Dicionário Gastronômico

O cenário da gastronomia vem se transformando ao longo dos anos. Os restaurantes, que antes tinham um padrão bastante parecido, estão adotando estratégias cada vez mais criativas para se diferenciarem e conquistarem mais espaço no mercado.

Por isso, alguns estabelecimentos têm apostado no estilo de culinária gourmet. Essa expressão é associada à alta gastronomia por ter uma preocupação cultural e artística na apresentação e preparo dos pratos, além de prezar pela alta qualidade dos ingredientes.

Com isso, atualmente, tem sido mais comum ouvir falar de termos técnicos da gastronomia. Portanto, fizemos a seleção de alguns desses termos para que você fique por dentro desse cenário:

Aromatizar – Adicionar ervas, essências, vinhos ou licor a um alimento para perfumá-lo.

Chutney– Conserva condimentada, de origem indiana, feita de uma ou mais frutas, ou legumes misturados com vinagre, açúcar, gengibre, canela, cravo, cúrcuma e mostarda em grão.

Confit– Técnica de imergir alimentos para cozinhá-los ou conservá-los. Utiliza baixa temperatura e tempo prolongado. Carnes são confitadas em gordura e frutas são confitadas em caldas.

Coulis– Purê quase líquido de vegetais ou frutas, sem adição de gordura ou elemento engrossante.

Deglacear– Desprender crostas de alimentos do fundo de panelas ou assadeiras com auxílio de líquidos como vinho, caldo ou água, transferindo sabor para a elaboração de molhos.

Emulsionar– Bater, vigorosamente, ingredientes que não se misturam. A maionese é uma das emulsões mais conhecidas.

Flambar– Adicionar ao prato alguma bebida alcoólica e colocar fogo. Neste processo, o álcool evapora e deixa o alimento com o sabor da bebida.

Marinada– Líquido aromático com a mistura de temperos que envolvem os alimentos antes do cozimento. Esse processo ajuda a realçar o sabor.

Papilote– Processo de cozimento no qual o alimento é embrulhado em papel alumínio ou papel manteiga e assado no forno.

Redução– Diminuir a quantidade de líquido de um caldo ou molho em fogo baixo, com a tampa da panela aberta, permitindo a evaporação.

Saltear– Cozinhar, rapidamente, com pouca gordura em temperatura alta.

Selar– Dourar a superfície da carne, rapidamente, em uma superfície bem aquecida para que ela se mantenha suculenta.

 

Fonte: Dedo de moça

 

 

Sorvete no inverno?

Em alguns países europeus, onde o inverno é muito mais rigoroso do que no Brasil, o consumo de sorvete é alto. Isso, porque ele é considerado como um tipo de prato principal. No entanto, os brasileiros não têm o hábito de consumir o produto, nessa época do ano, pois o consideram como uma sobremesa de verão. Conheça algumas curiosidades sobre o sorvete:

O  consumo de sorvete, no frio, pode causar gripe e dores de garganta?

NÃO. Não há estudos científicos que comprovem que a gripe e dores de garganta são causadas pelo consumo de sorvete, no inverno.

Sorvete faz mal à saúde?

Com certeza você já ouviu dizer que tudo em excesso pode fazer mal, e não é diferente com o sorvete. Porém, se consumido em uma alimentação balanceada, não há problema. Além disso, bons sorvetes são fontes de cálcio por conterem bastante leite em suas composições, e ainda podem conter vitaminas importantes, se você der  preferência aos sorvetes de frutas.

Sorvete engorda?

Quando se consome mais calorias do que o corpo necessita, há ganho de peso. Por isso, é fundamental manter uma alimentação bem equilibrada.

Uma dica para consumir o sorvete, no período de inverno, é combinar sua temperatura gelada com sobremesas que são servidas quentes. Descubra algumas combinações deliciosas:

Petit Gateau: Essa sobremesa consiste em um pequeno bolo de casquinha crocante com recheio cremoso quente e sorvete. O Petit Gateau mais famoso é o de chocolate com sorvete de creme, mas é possível fazer deliciosas variações dos sabores dessa sobremesa, como o Petit Gateau de goiaba com sorvete cremoso de queijo.



Torta de maçã: É uma deliciosa opção para equilibrar com a temperatura do sorvete. Experimente acrescentar calda de caramelo, fica incrível.

Banana Fry: Banana empanada e frita. Essa sobremesa fica ainda melhor acompanhada por ganache de chocolate e sorvete de creme.

Pizza doce: Você pode escolher o seu sabor preferido de pizza doce e sorvete para criar combinações inusitadas e deliciosas. As nossas dicas são: Pizza de chocolate e pizza de banana com açúcar mascavo, acompanhadas por sorvete de creme.

Banana caramelizada: Essa opção combina bastante com sorvete de creme. Mas, se preferir, combine com o outro sabor de sorvete.