CULINÁRIA ITALIANA

evoluzione-cucina

“A culinária italiana evoluiu através dos séculos, ao longo das mais variadas alterações sociais e políticas; suas raízes podem ser traçadas até o século IV a.C.. Mudanças significantes ocorreram com a descoberta do Novo Mundo, que ajudaram a moldar muito do que é conhecido como a culinária italiana hoje em dia, através da introdução de ingredientes como batatas,tomates, pimentões e milho, todos eles parte central da cozinha daquele país, e que no entanto só foram introduzidos em grande escala a partir do século XVIII.

Mais-peperoni-pomodori-patate

Tanto ingredientes como pratos mudam de região para região do país. Existem diversos pratos regionais importantes que também assumiram caráter nacional, enquanto diversos pratos que já foram regionais proliferaram, em diversas variantes, por todo o país. Queijos e vinhos são uma parte importantíssima da cozinha do país, desempenhando diferentes papéis tanto regionalmente quanto nacionalmente, com sua inúmera variedade e leis de regulamentação (Denominazione di origine controllataDOC).

vino_formaggi_g

Também o café, mais especificamente o espresso, assumiu um papel de destaque relevante na cultura gastronômica da Itália. (Wikipedia)”.

Caffe-espresso

 A Itália possui uma cozinha essencialmente tradicional  e com uma grande variação de produtos. Para quem pensa que por aqui se come somente massa está muito enganado.  Além de se comer muito bem, se come de tudo, muitos pratos de carne, peixe, cordeiro, frango, peru, frutos do mar e seus acompanhamentos, sem falar dos doces.

secondo-pesce

O italiano é muito exigente e crítico à mesa. Valorizam extremamente os seus produtos, possuem o hábito de quando vão ao mercado verificar sempre a proveniência  dos artigos para identificar, e garantir que o produto é de qualidade e pode ser consumido. Um dos lemas da cozinha italiana é aproveitar o que é produzido nas cercanias garantindo assim a “fresqueza” do produto que será consumido.Prodotti-freschi

Vocês já ouviram falar de antipasto, primo piatto, secondo piatto, contorno, dessert? O que vem a ser tudo isso?

Isso significa um típico almoço italiano e que não se encontra num prato único.   Os italianos não gostam de misturar os sabores e optam sempre pela simplicidade. Restaurante a quilo? Nem pensar… Imaginem colocar um monte de comidas mais ou menos desconjuntadas no mesmo prato, isso não existe e acho que nunca vai existir aqui na Itália.

Caprese-Salad-5

E para finalizar um dessert   (palavra bem pouco italiana, mas que usamos para indicar algo de doce, podemos chamar também de dolci) e complementando il caffè espresso, nem precisa falar que é o único que existe por aqui, as outras variações são todas consideradas “cose di americani”.

Dessert

Bom vocês devem estar pensando que para comer tudo isso deve precisar de muito tempo. E não tenham dúvida, precisa mesmo, aliás, o tempo necessário cresce ainda mais por causa das conversas demoradas que sempre acompanham as refeições, mas no fim, se a mesa é um lugar de prazer, de encontros , de troca de conhecimentos, porque deveríamos querer levantar tão cedo? 🙂

Gostou de conhecer um pouquinho da culinária italiana? Então deixe seu COMENTÁRIO!!!

BUON APPETITO A TUTTI!!

COMIDA CONTEMPORÂNEA

A cozinha contemporânea usa da criatividade para destacar e preservar sabores. Com as técnicas novas, europeias clássicas e americanas de diferentes chefes, combina os ingredientes de maneiras diversas e surpreendentes.

Os adeptos da cozinha contemporânea compreendem que degustar é diferente de saciar a fome. Por isso, o ritual da comida tem início na observação da disposição dos pratos à mesa. “A cozinha contemporânea permite isso sendo apresentada em poções para serem degustadas e não saciar a fome simplesmente”, explica. Alguns restaurantes especializados nesse tipo de cozinha, servem o “menu degustação” onde são apresentados vários pratos, propiciando uma viagem contemporânea de sabores.

Pensando em tudo isso e achando a melhor forma de proporcionar uma experiência gastronômica de alta qualidade para seus clientes, o Restaurante Santafé, possui uma variedade de pratos , com mais de 60 opções de saladas, a mistura de temperos mediterrâneos compondo a culinária internacional, dando um toque peculiar a cozinha da casa.

 

Uma sugestão do Restaurante Santafé é o Filet à Toscana:

filet a toscana logo

Delicioso filet mignon grelhado coberto com fatias de abobrinha italiana grelhada, berinjela grelhada, muçarela de búfala e tomates confitados. Tudo sobre refrescante molho pesto.

 

Pizza de Tapioca

O lançamento da Pizzaria Olegário, usa na massa artesanal a fécula de mandioca, que não contém gordura, sódio e o tão famigerado glúten. Assado a lenha o disco dispensa o uso de óleo e leite e contém meras 150 kcal. Quer dizer, vai depender do recheio escolhido.

A novidade da Pizzaria Olegário, além de ser uma opção saudável, vale lembrar outro super benefício da pizza de tapioca que é o seu delicioso sabor, podendo ser a base para todos os sabores do cardápio, desde os tradicionais até a vegetariana.

A massa é produzida na própria casa em uma receita é trancada a sete chaves.E para comemorar o surgimento da mais nova pizza da Pizzaria Olegário, foi feito um evento em uma das unidades Olegário (JARDINS), que aconteceu no dia 2 de abril de 2016, com o comparecimento de convidados especiais, com direito a um momento de malhação e degustação da mais nova receita fitness de Belo Horizonte.

Algumas sugestões de recheios fitness:

  • Rúcula (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Rúcula, Tomate Seco e Alho Torrado.
  • Alho Poró (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Alho Poró, Parmesão, Manjericão, Salsinha e Orégano.)
  • Marguerita (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Fatias de Tomate, Grana Padano Ralado, Orégano e Manjericão.
  • Caprese (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Fatias de Tomate, Fatias de Mussarela de Búfala, Salsinha e Molho Pesto de Manjericão.
  • Capri (Molho de Tomate, Mussarela Búfala, Queijo Cabra Fresco, Queijo Cabra Pecorino, Presunto de Parma e Salsinha.
  • Burrata Al Pesto (Molho de Tomate, Mussarela Especial, Tomates Confitados,Burrata e Molho Pesto.

ALIMENTOS FUNCIONAIS: ENTENDA E INCLUA NAS REFEIÇÕES!

funcional-

 

Muito se ouve falar em alimentação funcional. Mas o que significa este termo? Em linhas gerais, fazem parte desse grupo aqueles alimentos que, além de cumprirem sua função nutricional, fazem bem à saúde e em alguns casos ajudam até a prevenir doenças.
Não à toa, alguns restaurantes têm investido em cardápios funcionais, aliando a boa mesa aos cuidados com a saúde. Que ao praticar a gastronomia funcional une o sabor dos ingredientes aos efeitos que eles, combinados, terão no organismo.
Mas ninguém precisa sair de casa para experimentar a gastronomia funcional. O segredo está sem saber como consumi-los, já que não basta simplesmente misturá-los aos pratos do dia a dia. Abaixo uma lista de alimentos funcionais que podem entrar na dieta e ajudar a sua saúde.
Alho – 1 dente cru (pode ser moído ou picado) por dia melhora a imunidade e aumenta o colesterol bom;
Goji berry – 120 ml de suco ou entre 15g e 45g in natura ou desidratado por dia ajuda a aumentar a imunidade;
Chá de hibisco – esquente diariamente uma colher de chá da folha seca em 200 ml de água mineral até cerca de 85 °C. Ajuda a controlar o colesterol, a queimar gordura e tem ação diurética e antioxidante;
Chá verde – diariamente, ferva 1 litro de água, desligue e coloque 1 colher de sopa da erva. Aumenta o colesterol bom, reduz o ruim, potencializa o emagrecimento, tem ação antioxidante e ajuda a prevenir alguns tipos de tumor;
Gengibre – 2 colheres de chá por dia fresco, seco ou em conserva têm ação antioxidante, ajudam a combater problemas respiratórios e ajudam no funcionamento do sistema digestivo;
Vinho tinto – 1 cálice por dia para se beneficiar de seus poderes antioxidantes que previnem câncer e doenças cardiovasculares;
Azeite de oliva – 1 colher de sopa do tipo extravirgem (sem aquecê-lo) ajuda no funcionamento do intestino e combate o envelhecimento precoce das células;
Chia – de 1 a 2 colheres de sopa da semente ou da farinha ou 1 colher de sopa do óleo por dia. Ajuda no funcionamento do intestino, previne doenças cardiovasculares e tem ação anti-inflamatória;
Linhaça – 1 colher de sopa por dia, de preferência moída na hora, tem como benefícios o alívio de sintomas da TPM e da menopausa, a regulação dos hormônios em geral e a melhora do funcionamento do intestino;
Pimenta vermelha – não há uma quantidade exata recomendada, mas ela ajuda a acelerar o metabolismo, dá sensação de prazer e de saciedade;
Tomate – 100 g por dia, no molho, ajudam a combater o envelhecimento precoce e a prevenir alguns tipos de câncer;
Canela – de 1 g a 6 g por dia, em pó ou em pau, têm ação termogênica e ajudam a controlar o diabetes e o colesterol. Ainda melhora a imunidade e tem ação anti-inflamatória;
Quinoa – não há uma quantidade exata recomendada. Ela pode ser consumida em grão ou como farinha, ajudando a prevenir problemas cardiovasculares. Também traz sensação de saciedade;
Couve – a recomendação diária é de 100 g, crua ou cozida. Também pode ser adicionada a sucos, e tem ação antienvelhecimento, além de ajudar a prevenir câncer e anemia;
Farinha de arroz – substitui a farinha de trigo nas receitas e age contra o colesterol ruim, melhora os níveis de açúcar no sangue e o funcionamento do intestino;
Farinha de aveia – diminui o colesterol ruim e, como tem absorção lenta no organismo, traz sensação de saciedade, melhorando ainda o funcionamento do intestino;

 

Fonte: blog Angeloni